Idiomas:

Segurança

 

O que fazer quando sentir sono ao volante?

Muitos tentam driblar o sono tomando café, abrindo a janela, mascando chiclete ou comendo alguma coisa condimentada. Nada disso resolve o problema. Seu corpo precisa de sono. A soneca durante o dia, para ser revigorante, não deve durar mais de meia hora; se passa disso, entra-se numa fase de sono profundo, do qual é difícil despertar. Tirar uma soneca talvez atrase a sua viagem, mas pode salvar vidas. O estilo de vida também contribui para a sonolência ao volante. Você é daqueles que passam horas na Internet ou ficam até altas horas da noite vendo televisão? Costuma varar a madrugada em reuniões sociais? Não permita que essas coisas o privem do sono. Não é só o veículo que precisa estar em ordem para que a viagem seja tranquila e segura. Quem dirige deve tomar alguns cuidados para evitar problemas durante o trajeto. Na maioria das vezes, os acidentes acontecem por falhas do motorista, causadas principalmente pelo sono e por ingestão de bebidas alcoólicas.    

Mantendo distância segura dos carros

Quando trafegar em rodovias mantenha uma distância de mais de 40 metros em relação ao veículo que segue à sua frente. Esse espaço é o que você precisará para imobilizar seu carro numa frenagem de emergência a 80 km/h, sem bater no outro. Rodando a 100 km/h essa distância sobe para mais de 60 metros. E assim progressivamente. Um meio mais prático para aferir a distância correta é manter sempre dois segundos de diferença em relação ao carro da frente. Esse espaço pode ser calculado em movimento: quando o automóvel da frente passar por uma placa, conte 1001 e 1002 (equivalente ao tempo decorrido de dois segundos). Ao terminar a contagem, seu automóvel deverá estar cruzando o mesmo marco.